Intergraus realiza palestra para alunos da 2ª e 3ª séries

No próximo sábado (30), o curso Intergraus promoverá, na Unidade II do Santo Ivo, a palestra “Antiglobalismo como ameaça: nacionalismo e conflitos na Era Trump”.

Alunos da 2ª e 3ª séries do Ensino Médio poderão participar.

CARTAZ-PALESTRA-trump-globalismo-2017-01

Anúncios

Santo Ivo realiza 16ª Manhã Profissional

O que levar em conta na hora de decidir a carreira? O salário, as habilidades ou o tipo de profissão? O mercado, a aptidão ou a opinião dos pais?

Para ajudar os alunos que se aproximam deste delicado momento de escolha, o Colégio Santo Ivo promove, anualmente, a Manhã Profissional. A 16ª edição do evento aconteceu na última quarta-feira (13) e reuniu especialistas de diversas áreas com o objetivo de orientar os estudantes para que façam a escolha profissional certa, alcançando a tão esperada realização pessoal.

As atividades tiveram início com a palestra inaugural “A Jornada de Aprender e Empreender”, ministrada por Mauro Romano, Diretor de Operações da Geekie.

Depois, profissionais e representantes de universidades conversaram com os estudantes e esclareceram dúvidas sobre cerca de 30 diferentes carreiras. Psicologia, Administração, Jornalismo, Direito, Engenharia, Arquitetura, Fisioterapia, Jogos Digitais, Ciências Contábeis foram alguns dos campos de conhecimento apresentados aos estudantes. Os alunos puderam participar, ainda, de palestra com informações sobre cursos de graduação nos EUA.

Confira fotos do evento:

Manhã Profissional - 9º ano e Ensino Médio (set/2017)

Índia é tema de apresentação realizada por intercambista

No final de agosto, o aluno indiano Krish Kamal Mehta, que está fazendo intercâmbio no Santo Ivo, fez uma apresentação sobre a Índia para a 2ª série do Ensino Médio.

Ele falou sobre a cultura, os festivais, a religião, a história e curiosidades sobre o seu país.

Os alunos tiveram a oportunidade, ainda, de provar um prato típico indiano, levado por Krish, o pav bhaji.

Tradicional em Mumbai, a iguaria é uma mistura de legumes (bhaji) em um molho temperado, cozido em um tava (um tipo de panela) e servido com pãezinhos (pav).

Veja fotos:

Palestra de intercambista sobre a Índia - 2ª série E.M. (ago/2017)

Feliz Dia da Independência!

Por João Ricardo
(Professor de História do 9º ano e Ensino Médio do Colégio Santo Ivo)

7 de setembro é o dia que marca nossa Independência. Eu sei que a maioria de vocês já sabe disso, porque aprendeu na escola ou porque ouviu falar, mas vocês sabem também que o nosso país leva essa data de forma muito desleixada. Não é dada uma importância muito grande a ela. As pessoas aproveitam a data para passear, viajar – e têm que fazer isso mesmo-, mas também deveríamos nos lembrar do significado dela: em 1822, nosso país se tornou independente de Portugal.

Por mais de 300 anos, o Brasil foi colônia de Portugal, que vinha aqui, plantava cana-de-açúcar, produzia o açúcar, retirava as riquezas, levava para a Europa e ganhava dinheiro em cima disso, baseando-se no trabalho escravo e na exploração de muita gente. Muitas pessoas morreram trabalhando. Para vocês terem uma ideia, a expectativa de vida dos escravos numa lavoura de cana-de-açúcar era de 5 a 10 anos apenas, de tão pesado que era o trabalho.

Portugal não previa isso, mas a junção dos povos portugueses, africanos e índios forjou uma nova nacionalidade, um novo povo, uma cultura diferente. Uma nova civilização, que passou a sonhar também com um futuro autônomo, com a sua história e que queria dar seus passos por conta própria.

Então, em 1822, esse povo pressiona por uma independência. Tudo bem que foi um movimento mais da elite, pois o povo mesmo vivia fora das discussões políticas, mas o Brasil de fato se torna independente de Portugal.

Foi uma independência meio estranha, é verdade, afinal nosso primeiro governante e líder da independência era filho do Rei de Portugal, mas foi uma independência de verdade. Nós nos separamos de Portugal e, de lá para cá, constituímos uma cultura rica, singular, com um povo dinâmico, que enfrenta problemas sócio-políticos sérios, mas que também conquistou muita coisa.

Que essa data sirva para que a gente reflita sobre o país que nós somos e o país que nós queremos ser, se nós já somos realmente independentes, se nós conseguimos nossa soberania e que futuro que nós queremos.

E aí cada um de nós temos que fazer parte desse futuro, ajudando no nosso cotidiano a construir um Brasil forte e soberano.

Então, que não tenhamos uma atitude passiva na construção desse país. Acho que nossa independência ainda não está completa, porque saindo Portugal, veio a Inglaterra e depois vieram os Estados Unidos. Nós temos muitas riquezas naturais, uma mão-de-obra dinâmica e que, em grande parte, tem qualificação, então muitas potências ficam de olho nesse país e querem tirar vantagem dele.

Mas nós precisamos buscar um futuro que seja independente e soberano para que o nosso povo tenha uma qualidade de vida.

Feliz Dia da Independência para todos vocês.

Confira os finalistas do XI Concurso Literário do Colégio Santo Ivo

A comissão julgadora divulgou a lista com os nomes dos três finalistas por categoria da 11ª edição do Concurso Literário do Colégio Santo Ivo, que neste ano tem como patrono o sertanista brasileiro Orlando Villas Bôas.

Alunos do 2º ano do Ensino Fundamental à 3ª série do Ensino Médio participam do Concurso, que é coordenado pela direção do colégio e pelos professores de Língua Portuguesa e Literatura. O tema neste ano é “InspirAção”.

A cerimônia de premiação, quando serão divulgados os vencedores, ocorrerá no dia 7 de outubro, no auditório da Unidade II.

Veja, abaixo, a lista dos finalistas, que aparecem em ordem alfabética:

Camila Rueda Barbieri – 1º ano B
Julia Amador Borges – 1º ano B
Maria Eduarda de Oliveira Pereira – 1º ano A

Matheus Lescovar B. Barbosa – 2º ano A
Matheus Olival Trovó – 2º ano C
Mayla Caji Palos – 2º ano B

Camila Silveira Amazonas – 3º ano C
Júlia Giuffrida Martinez Silva – 3º ano A
Mariana Gazelli da Silva – 3º ano A

Daniela Kawamoto dos Santos – 4º ano A
Gabriela da Silva Simões – 4º ano B
Leonardo Bortolin Rego – 4º ano A

Ana Luiza Silva Castro – 5º ano B
Bárbara Carmelo Bernardini – 5º ano C
Luiza Terra dos Santos – 5º ano B

Adriano Binns Rufino – 6º ano B
Mariana Barahona Antonio – 6º ano B
Vinícius Galvani Azevedo – 6º ano B

Beatriz de Barros Lima Ibrahim – 7º ano B
Chiara Moutinho Vieira – 8º ano A
Gabrielle Magalhães da Silva – 7º ano A

Alice Morelli Vituli da Silva – 1ª série A
Bibiana de Oliveira Muscalu – 9º ano B
Gabriella Fabricio Capuano – 1ª série A

Carolina Rodrigues de Campos – 3ª série A
Isabella Castro Pellin – 2ª série A
Rebeca Casimiro Costa Navarro – 3ª série B

2ª série do E.M. visita Museu de Anatomia da USP

No dia 29 de agosto, os alunos da 2ª série do Ensino Médio visitaram o Museu de Anatomia Humana Professor Alfonso Bovero.

No estudo do meio, os estudantes fizeram atividades reflexivas e investigativas sobre o corpo humano e seus sistemas, discutindo sua importância e funcionamento, como complemento ao estudo de Biologia realizado no 1º e 2º trimestres em sala de aula e laboratório.

Instalado no Instituto de Ciências Biomédicas da USP, o museu conta com cerca de mil itens expostos, que vão de membros e órgãos, até cadáveres. Em seu acervo estão peças anatômicas preparadas e conservadas por diversos métodos e separadas de acordo com os sistemas e aparelhos que compõem o corpo humano.

Outra parte da coleção que também chama a atenção são os conjuntos de crânios, que contam com 500 peças de indivíduos jovens e adultos de ambos os sexos, e a de 83 fetos com diversas anomalias. O museu também mantém um espaço fixo batizado de Cápsula Bovero, que reproduz parte do escritório do italiano e primeiro anatomista da USP, Alfonso Bovero (1871-1937), e onde está instalada uma das mesas de mármore que ele utilizava em suas aulas e dissecções.

Veja as fotos do estudo do meio:

Museu de Anatomia da USP- estudo do meio 2º série E.M. (ago/2017)